terça-feira, 23 de maio de 2017


Ópera considerada uma das obras-primas de Mozart, abordando a infidelidades amorosa, mais especificamente, das infidelidades femininas, bem menos aceitáveis que as masculinas na época em que se passa a trama, o século XVIII, será encenada HOJE, QUARTA, no Teatro Calil Haddad de Maringá, pela Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina/UEL, com solistas e coro de Maringá.
 Às 20 horas, com entrada gratuita.
**
"Dois jovens oficiais, Ferrando e Guglielmo, apostam com o seu velho amigo Don Alfonso, que as suas noivas - as irmãs Fiordiligi e Dorabella - nunca seriam capazes de os traírem. O experiente D Alfonso propõe então aos jovens uma aposta, na qual eles deverão seguir suas instruções na farsa que encenarão às donzelas. Com a ajuda da criada das noivas, Despina, são introduzidos na casa das duas irmãs disfarçados de albaneses. Cada um fará a corte à noivo do outro, para que não sejam reconhecidos. A história chega em seu clímax no momento onde um falso casamento está sendo engendrado por Don Alfonso, que confiante de ganhar a aposta confirma, repetindo seu lema, que Assim fazem todas, ou seja, Cosi fan Tutte e a trama é desmascarada e os pares originais se reconciliam..."

SOLISTAS:
Sóstenes Pereira (Tenor) interpretando Ferrando: noivo da Dorabella
Camila Santiago (Mezzo Soprano) interpretando Dorabella: noiva de Ferrando e irmã de Fiordiligi
Thiago Stopa (Barítono) interpretando Guglielmo: noivo da Fiordiligi
Karolyne Liesenberg (Soprano) interpretando Fiordiligi: noiva de Guglielmo e irmã de Dorabella
Andrey Mira (Baixo Barítono) interpretando Don Alfonso: velho sábio
Keidma Juliana (Soprano) interpretando Despina: empregada das irmãs Dorabella e Fiordiligi
** 
Maestro Alessandro Sangiorgi.
**
Na quinta-feira, apresentação no Clube Raio de Luz, de Mandaguaçu, às 20 horas.
foto:divulgação



Nenhum comentário: